quinta-feira, 26 de maio de 2011

Nammu

Nos mitos sumérios, o mar primevo (abzu ou engur) é representado por Nammu (ou Namma). Ela é uma deusa sem cônjuge, o ventre de auto-procriação do universo, a matéria primordial, a grande mãe de todas as fontes de vida e fertilidade e de todos os deuses, que deu à luz An (o céu) e Ki (a terra). É a deusa que nutre e preserva. Seu nome tem o mesmo símbolo que os sumérios usavam para a palavra "mar", e era também chamada de A Deusa do Mar Doce.

Poderosa e afável, alguns diziam que ela foi à inspiração criativa para a humanidade. Exorcistas recorriam a ela para livrar possuídos do domínio de demônios. Sua representação era de uma mulher nua com cabeça de serpente, amamentando um de seus filhos divinos. Seus ombros largos significavam proteção e um triângulo púbico aludia à fertilidade, à vida.

É importante destacar como era comum encontrar esse tipo de divindade feminina (a força da Grande Deusa) nas mitologias das primeiras civilizações. Por exemplo, Nammu corresponde (e até se confunde em alguns pontos) a Tiamat na mitologia babilônica.

8 comentários:

  1. Nessa postagem, além de conhecer uma nova divindade me chamou atenção a imagem de Nammu.
    A Arqueologia já nos revelou diversas imagens femininas ligadas à fertilidade, algumas com cerca de 25 mil anos, como é o caso da "vênus de Willendorf", encontrada nas margens do Danúbio.
    Em geral essas "vênus" eram representadas com formas bem voluptuosas onde se destacam os seios fartos, os quadris muito largos, o ventre e a vagina avantajados.
    Numa época em que a expectativa de vida era bem baixa, para dar continuidade aos grupamentos humanos, era necessário procriar-se, a fim de preservar sua existência. Daí a importância da fertilidade e que se destacassem os traços femininos relacionados com a procriação.
    Entretanto, essa divindade feminina sumeriana, embora com seios fartos, amamentando "um de seus filhos divinos" e ressaltando discretamente o triângulo púbico, tem uma forma longilínea, ventre achatado, bem diferente das imagens que eu conhecia.
    Seria um avanço na arte da escultura entre os sumerianos, povo mesopotâmico que nos legou a escrita cuneiforme, as primeiras cidades, como Ur e a construção de barragens e diques (tudo isso em torno de 4500 a.C.)? Não sei. Alguém sabe?
    Outra pergunta: por que a escolha da serpente para a cabeça de Nammu? Esse animal tinha alguma simbologia especial nos mitos sumerianos?

    ResponderExcluir
  2. Graça, procure informacao sobre os Annunnaki e a teoria de Zacharia Sitchin, vc vai se surpreender.

    ResponderExcluir
  3. esta deusa é uma homenagem aos reptilianos que estavam na Terra junto com Sumérios e outros visitantes espaciais...
    esta é minha opinião,alías qualquer coisa sobre estes assuntos são apenas isto!
    devemos nos fortalecer através do que lemos e assimilamos...
    o comentarista anterior deste post,dylan ricardo está certo,e nem precisa de Zacharia,basta ter acesso as tábuas de barro Sumérias!
    saudações brother,este seu blog é mais interessante....

    ResponderExcluir
  4. vou investigar essa história e colocar por aqui um dia.

    ResponderExcluir
  5. Mitos históricos.
    Criadora das Águas e de todas os deus.Pior ela se reproduz sozinha, fazendo assim filhos deuses.

    Engraçado o mundo em termos em geral, acredita em Jesus Cristo, O filho de Deus.Sendo que hoje mesmo apos anos, e seculos, as pessoas ainda reconhece, postando 4500 a.C.

    Fatos como esse não precisa muito procura ou casar.
    Simples, Bíblia sagrada, revelação de Deus para o homem atra-vez do espirito Santo.
    Geneses cap 1 em diante. diz o seguinte;
    Criou Deus os Céus e a terra.
    Neste pequeno cap já resolvemos o caso que, esse estatua ai nem vida tem quanto mais ser deusa e criar alguma coisa.
    Salmo de nº 115 - a parti 4
    Diz o seguinte.
    Os ídolos deles são prata e ouro, obras feitas por mãos dos homens
    têm boca , mas não fala; têm olhos,mão não vêem;
    têm ouvidos, mas não ouvem nariz têm, mas não cheiram ...
    RESUMINDO; ESTATUA FEIA POR MÃOS DE HOMENS.
    ESTATUA QUE NÃO FALA, NÃO LEVA NINGUÉM, TEM QUE SER LEVADA.
    SER CONSIDERADA COMO DEUS.

    QUERO APRESENTA JESUS.
    O PRIMEIRO E O ULTIMO.
    ENTRE O CÉUS E TERRA FOI LHE DADO PODER
    NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA FAZER OU DEIXA DE FAZER.
    ELE É O COMEÇO MEIO E FIM. O PRÓPRIO OMEGA
    PRÍNCIPE DA PAZ. O FILHO DE DEUS ETERNO.
    O UNICO QUE LARGO SEU REINO E MORREU POR MIM E POR VOCÊ.
    PARA QUE HOJE CONHECEMOS A VERDADE, PARA QUE A VERDADE VENHA NOS LIBERTA.
    NÃO Á deuses. Á SATANÁS E DEUS

    QUERO FINALIZAR.
    DIZENDO QUE VOCE TEM A LIBERDADE DE SER LIVRE E FAZER COMO PENSAR O QUE ASSIM LHE DESEJAR.
    PORÉM JESUS AMA VOCÊ.
    MEDITE MAIS VALE VIVER SEM CONHECER QUEM LHE CRIOU, E LHE AMA.
    DO QUE VIVER UMA VIDA DE ILUSÃO.
    DEUS AMA VOCÊ
    !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ciro, eu permiti a inclusão do seu comentário no meu blog porque ele é muito bom para esclarecer uma série de coisas...

      que eu saiba, o seu deus não tem "mas". não tem "porém", mas você tem vários. e você ainda acha que tem o direito de falar por ele. a igreja é uma obra do homem. a religião é uma obra do homem. não é obra de deus. de nenhum deles.

      estátuas não só são importantes como símbolos de fé, mas também são importantes como expressões culturais. no entanto, TODAS são inanimadas, independente da religião.

      este blog existe para descrever fatos históricos relacionados às crenças de toda a humanidade. humanidade essa que você faz parte.

      utilizando suas palavras: quero finalizar dizendo que você tem a liberdade de ser livre e fazer o que assim lhe desejar. a diferença é que não vou usar um "porém".

      agora, medite você: se eu posso fazer o que eu quero, eu posso viver no meu mundo de ilusão, assim como você vive no seu.

      não imponha. não agrida. seu deus não faz isso.
      portanto, viva sem preconceito. respeite às diferenças que o seu deus criou no mundo.

      Excluir
  6. Isso é um site de conhecimento... Sabemos que são apenas mitos, usado para explicar aquilo que os povos não sabiam explicar. Aí vem um crentelho fanático cagar pelos dedos. Como que a pessoa não entende que isso aqui é apenas propagação de conhecimento? Coisa chata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falta de estudo ou conhecimento se chama ignorância e esse é o grande problema hoje em dia. Em um rápido estudo histórico é possível saber que a Bíblia e a figura de Jesus são construções arquetípicas, uma necessidade moralizante da sociedade. Ter noção disso é libertador para uns, desesperador para outros.

      Excluir