terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Wen Chang

Wen Chang é o respeitado deus da literatura, cujo nome costuma estar inscrito nas paredes das casas. Originalmente, era um professor que viveu no século III ou IV e seu papel como divindade só foi totalmente estabelecido mil anos depois.

Por ter sido sempre uma divindade popular, Wen Chang possuía um altar próprio em muitos templos taoístas. Diante das estátuas do deus, havia um cavalo negro, selado e com rédeas, servido por dois criados: um mudo, o outro surdo. Os criados representam os mistérios da literatura – a surdez aos pedidos de explicação e a mudez ante a incapacidade de fazer as pessoas compreenderem suas maravilhas. Seu principal assistente era Kuei Hsing, a divindade dos exames, tão popular quanto ele.

Tradicionalmente, os chineses consideravam a constelação da Ursa Maior como o lar do deus.

Um comentário:

  1. Aprendi sobre Wen Chang com um amigo taoísta e que brinca sempre com os alunos para invocá-lo na hora das provas já que, segundo o Taoismo, Wen Chang dá ajuda acadêmica aos estudantes. Em tempos de ENEM, acho que é preciso difundi-lo entre os concorrentes. Fica a dica.

    ResponderExcluir